coelho em caucaia
julho 15, 2020 Por ivan 3

Coelhos – tudo que você precisa saber sobre esses pets

Você está procurando aquele pet ideal, um que seja econômico, não ocupe muito espaço, seja carinhoso, e o melhor, não seja barulhento?

Se a resposta e sim, um coelho pode ser a solução do problema.

Coelhos, além de bichinhos fofinhos que fazem a alegria da criançada, são uma excelente opção para quem quer muito ter um pet, mas não dispõe de tudo que um bichinho de estimação convencional necessita, como espaço, por exemplo.

Porém, mesmo estando entre os pets mais simples de se criar em casa, é preciso saber algumas coisas sobre eles antes de decidir adotar um de fato.

Quer saber tudo que precisa sobre coelhos e como criá-los? Então continue lendo esse artigo até o fim.

Por que ter um coelho?

Adotar um pet é uma decisão séria e precisa ser tomada com consciência. Trata-se de mais uma responsabilidade na vida. É necessário dedicar tempo e atenção, dar carinho, além dos custos. Por conta disso que muitas vezes um cão ou um gato fica fora de cogitação.

Coelhos são mesmo uma excelente opção para isso. Claro que eles também demandam cuidados e até gastos, porém, algumas de suas características como o tamanho e o comportamento mais pacato fazem desse pet não convencional a opção perfeita para quem não dispõe de muito espaço, como em um apartamento pequeno, ou de muito dinheiro para gastar.

Necessidades dos coelhos

Apesar de ser bem simples ter um coelho como bichinho de estimação, ele ainda necessita de algumas coisas como os demais pets. É muito importante dedicar um tempo diário para interagir e brincar um pouco com o coelho, evitando assim o estresse no animal.

Mesmo sendo um pet de pequeno porte que é ideal para apartamentos ou casas pequenas, coelhos ainda precisam de certo espaço para se exercitarem e esticarem as pernas durante o dia. Veterinários alertam que manter esses animais confinados em pequenos espaços por muito tempo pode gerar sérios problemas de saúde para eles.

O ideal é deixa-los livres pelo ambiente, ao menos duas vezes ao dia.

Comportamento

Geralmente, coelhos tem um comportamento bem pacato. Quase não fazem barulho, então problemas com vizinhos reclamando estão descartados. São bem independentes também, podendo ficar sozinhos e por conta própria em alguma parte da casa/apartamento por horas sem se importar.

É bom lembrar que coelhos são roedores, isso significa que eles têm a necessidade de sempre gastar seus dentes principais, e o alvo para isso pode ser pés de moveis, brinquedos ou outros objetos de valor. É bom ficar atento a isso.

Apesar de carinhosos, também podem ser animais desconfiados e até assustados (resultado de sua condição de caça atrelado a sua espécie). Então, pode ser que leve um tempo até seu coelho retribuir o mesmo carinho que você empregue a ele. O segredo é tem paciência.

Outros animais da casa também podem deixar eles nervosos, então é bom que o coelho tenha um espaço só seu.

Fêmeas ou machos?

Ser fêmea ou macho não deve ser algo que influencie na hora de levar um coelho para casa. O comportamento desses animais geralmente é bem semelhante, independente do gênero.

Mesmo assim os veterinários alertam que em caso de haver mais de um coelho no ambiente, é preciso ficar atento a certos comportamentos da espécie.

Dois machos, por exemplo, podem começar a demarcar seu território, e o resultado disso é urina de coelho por toda a casa (coisa que ninguém quer, lógico). Duas fêmeas também podem se estranhar de vez em quando, mas em menor proporção que os machos, que são mais territorialistas.

No caso de haver um casal, o ideal é fazer uma castração o mais rápido possível. As fêmeas de coelho costumam ficar em estado fértil com bastante frequência (principalmente junto de machos) e mesmo depois do parto, demoram pouquíssimo tempo de “resguardo” e logo estão no período fértil novamente.

 

 

Alimentação e higiene

Esqueça o que viu nos desenhos animados. A alimentação dos coelhos vai muito além e apenas cenouras.

O indicado por veterinários é que a alimentação desses animais tenha por base vegetais como folhas e feno. Também existem rações especiais comercializadas em pet shops que ajudam e muito na alimentação deles. Algumas frutas como morango e kiwi também caem bem na dieta desses bichinhos. Existem alguns alimentos que devem passar longe da dieta dos coelhos, como é o caso da alface e a salsa, pois podem causar problemas gastrointestinais.

Se houver plantas no ambiente, é necessário tirá-las do alcance dos orelhudos. Coelhos tem o costume de mastigar toda folha que encontram pela frente e isso pode resultar em graves acidentes com plantas toxicas ou venenosas.

Sobre a higiene a primeira coisa a se saber é que coelhos não tomam banho. A água não faz muito bem ao sistema imunológico desses animais. A limpeza deles deve ser feita à seco, com escovações regulares do pelo para retirar sujeiras como restos de alimentos ou fezes.

O local onde o coelho dorme também precisa de cuidados. Coelhos são pets bem limpos, e por isso costumam ficar estressados ou nervosos em meio a muita sujeira. O ideal é lavar a casinha ou caminha dele ao menos duas vezes ao mês.

 

Raças

Como gatos ou cães, coelhos também têm diversas raças. Cada raça possui características bem próprias, que vão desde o tamanho, tipo da pelagem tamanho das orelhas ou das patas e etc. Dependendo da sua necessidade você pode escolher entre um belier bem menor ou um grandalhão coelho inglês. Você escolhe.

 

Finalizando.

Agora que você sabe tudo que precisa sobre coelhos e como cria-los no seu lar, já pode adotar um, dois, ou quantos você quiser. Use nossas dicas e seja feliz com seu novo pet fofinho.

Esse conteúdo lhe ajudou de alguma forma? Então, não se esqueça de curtir e compartilhar em suas redes sociais para que ele siga ajudando mais pessoas. Não se esqueça de deixar seu comentário, pois sua opinião é a parte mais importante de nosso trabalho.

Leia mais sobre esses artigos

Cachorros pode comer ovo.

O que avestruz come.